sexta-feira, outubro 21, 2005

Interesse em jogadores…

Vários jogadores do Beira-Mar estão a ser cobiçados por grandes clubes portugueses, alguns clubes espanhóis e franceses. Alcaraz e Tininho foram os primeiros jogadores a despertarem as atenções. Benfica e Porto são 2 dos muitos clubes interessados nesses jogadores. Diakite e Roma foram dados agora como os próximos alvos de alguns clubes da 1ª liga.

Alcaraz é o jogador que está à mais tempo (3 anos) em Aveiro. Tem 23 anos e está agora a conseguir o seu espaço no futebol português. Nos primeiros tempos cometeu vários erros que resultaram na perca de titularidade por várias vezes, erros que todos jovens defesas centrais cometem. A sua ida para um grande irá provavelmente fazer com que volte a representar o seu país (Paraguai) de que foi internacional Sub 21.

Tininho é um defesa esquerdo moderno, ataca tão bem como defende. Está pela 2ª época no Beira-Mar. Saiu da 2ªB para a 1ª liga e não teve problemas em se afirmar como titular. Neste momento passeia a sua qualidade pelo o flanco esquerdo nos estádios da 2ª liga. Inácio já lhe fez vários elogios “se voltar a treinar um grande levo o Tininho comigo”.


Na foto: Roma que já marcou 5 golos esta época (3 deles contra o Estoril)

Roma está na sua primeira época ao serviço do Beira-Mar e já tem o seu espaço garantido.Com 5 golos é o melhor marcador da 2ª liga. Com este feito conseguiu que clubes da 1ª liga começassem a reparar nele. Na época passada foi o 2º melhor marcador da 2ªB.

Diakite é um médio centro que já chegou a Aveiro com a época a decorrer. Fez 3 jogos e impressionou muitas pessoas. No seu primeiro jogo (com o Estoril), maravilhou muitos adeptos a jogar quase como meio ofensivo. Com o U. Lamas jogou a médio centro e agora com o Leixões jogou como médio defensivo onde desempenhou o seu papel perfeitamente. Um dos seus fortes é o posicionamento em campo, o que faz com que ganhe muitas bolas. Não tem medo, nem se atrapalha com a bola nos pés.

Esperemos que o clube consiga manter estes jogadores, ou pelo menos, realizar um bom encaixe financeiro, sem nunca esquecer os objectivos traçados no princípio da época, a subida de divisão.